(11) 4024.2984

Terceiro “Festival de Curtas” premia produções de alunos do Colégio Monteiro Lobato

Estudantes e familiares se reuniram em noite de premiação das melhores produções sobre o tema “Histórias na ponta da Língua”

Já tradicional projeto do calendário de eventos do Colégio Integrado Monteiro Lobato, de Itu (SP), o Festival Estudantil de Curtas – FEC 2018 reuniu alunos, familiares, professores e convidados na última sexta-feira (30), em uma noite de premiações e confraternização. Na edição deste ano, o FEC premiou, em onze categorias, os curtas-metragens produzidos pelos estudantes do Ensino Médio sobre o tema “Histórias na ponta da Língua”.

Os curtas-metragens são resultado de um longo processo, que inclui reflexões sobre a temática central, produção de caderno de pesquisa e elaboração da produção audiovisual. Este ano, os trabalhos foram avaliados pela comissão composta por Anelize Vergara, Ariane Santos, Cássia Batalha, Erik Tavernaro, Marcelo Paiva, Renato Faria e Tamiris Volcean, todos profissionais das áreas de Linguagens, História, Comunicação e Audiovisual.

Giovana Armelin, Lívia de Andrade, Carina Telles e Letícia Simão, alunas vencedoras do prêmio de “Melhor Curta”, acompanhadas dos professores e jurados do FEC 2018

O prêmio de “Melhor Curta” foi para as alunas Carina Telles, Giovana Armelin, Letícia Simão e Lívia de Andrade, com a produção “Magia Negra”. Durante o evento, os presentes ainda prestigiaram a apresentação comandada pelos professores de Teatro e Música do “Monteiro”, Camila dos Santos e Gabriel Maron.

Coordenado pela professora de Português Claire Quirino e pelo professor de História Marcelo Leite, o FEC surgiu como uma alternativa aos métodos de avaliação tradicionais, a fim de estimular a reflexão crítica dos alunos sobre temas cotidianos. “Os curtas trazem à tona temas urgentes a serem debatidos e não deixam dúvidas sobre a importância de reconhecermos nossa língua como patrimônio e um importante elemento para compreender nossa história”, destaca professor Marcelo. “As produções comprovam que os adolescentes têm, sim, muito a nos ensinar com seus olhares atentos e intensos com relação ao mundo que os cerca”, complementa professora Claire.

Todas as produções deste ano podem ser assistidas aqui. As fotos da noite de premiação também podem ser conferidas na página do “Monteiro” no Facebook.